Campos do Jordão

Já estava previsto para esse final de semana que as temperaturas baixassem, mas não imaginei que cairiam tanto. Eu achei ótimo, pois estava em Campos do Jordão, e nada melhor do que esta cidade para curtir o frio e tudo que este clima oferece.

entrada de campos do jordao

Para quem não conhece Campos do Jordão, a cidade fica a 180 km de São Paulo e é chamada de “Suíça Brasileira” devido a sua arquitetura ser baseada em construções europeias e pelo seu clima frio.

E o que tem para fazer em Campos do Jordão? Além de comer muitos queijos (e fondues) e tomar vinhos (por conta do frio), a produção de chocolates da cidade é bastante famosa.

As chocolaterias mais famosas são: Montanhês e Araucária, mas em todas as lojinhas de doces da cidade estão vendendo esses fondues individuais (deliciosos!).

IMG_4606

Tem um centrinho lindo, cheio de restaurantes e lojas para passear. Para as crianças, nada melhor do que o teleférico, ponto turístico antigo e obrigatório, que além de divertir, contribui com uma bela paisagem que todas as crianças (e adultos) gostam de desfrutar.

teleferico

Para quem gosta de “sombra e água fresca”, é bacana fazer caminhadas pelo Horto Florestal, o lugar é lindo, cheio de montanhas e com uma vista deslumbrante.

campos 3

Quem curte sentar, beber e conversar, tem um local que não pode deixar de visitar: o Baden Baden. Para ter uma ideia o Baden Baden nasceu em Campos do Jordão há 27 anos e vive com suas mesas lotadas desde então.

Além disso tem 2 restaurantes que eu adoro: o Gato Gordo, que fica no meio do horto florestal (e conta com uma linda vista, abaixo) e o Krokodillo, que tem um fondue delicioso e com um preço super bacana (50,00 o rodízio individual de todos os tipos de fondue). O ponto negativo do Gato Gordo é que eles estão em reforma, então só estão com mesas do lado de fora e o ponto negativo do Krokodillo é que não aceitam nenhum tipo de cartão (débito ou crédito). 

IMG_4603

Uma outra dica é fazer caminhadas ou andar a cavalo na estrada que vai para a Represa do Fojo (andando um pouco mais você chega no Mirante).

represa do fojo

Para os jovens, além dos restaurantes e bares, tem várias baladas que abrem na alta temporada.

E como não poderia faltar aqui, um ponto turístico cultural: o Museu da Xilogravura. Fundado em 1987, está instalado numa casa que antigamente abrigou o Mosteiro de São João.

museu da xilogravura

Prepare as malas e bom frio!

IMG_4613

Anúncios

Sobre COOLtivar

Sou apaixonada por arte em todas as suas formas de representação. Gosto de filmes, exposições, circos, teatros, shows, museus, galerias e outros pontos culturais. Tenho o costume desde pequena de visitar sempre lugares históricos das cidades que eu passo, bem como da cidade onde vivo. Por isso resolvi escrever; porque sentia falta de um blog que desse dicas desses lugares no Brasil e no mundo. Não tenho a pretensão de ser uma crítica de artes, tampouco um guia 5 estrelas. Quero apenas escrever as dicas que eu sempre dei aos meus amigos, de um jeito informal e sem firulas.
Esse post foi publicado em Pé na Estrada e marcado , , , , . Guardar link permanente.

8 respostas para Campos do Jordão

  1. Que delícia! AMO Campos! Seu blog tá lindo, Vevê!

    Beijinhos

  2. Clarissa disse:

    Que vontade de ir pra Campos! Que vontade de comer foundee! Delícia de post : )

  3. Alberto disse:

    Parabéns por mais essa excelente matéria. Além de ilustrativa, foge da banalidade do turismo de Campos. As sugestões são alternativas, criativas, mas sem cair na vulgaridade.

  4. Priscila disse:

    Ficou ótimo o post Vê ❤

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s